Das categorias:
página 1123...próximo »

Gostei do desenvolvimento da batalha.
Usar a Genkidama foi muito boa ideia.
Vegeta nomear o Super Saiyajin 2 é estranho pois quem nomeia assim no original é Goku na saga Buu. Antes disso era o Super Saiyajin que Supera o super Saiyajin comum.
Fez um bom trabalho nesse capítulo. 👍

Re: Esperanças do Futuro por RazecRazec, 20 May 2019 09:15

-Parte 16

Após o adiamento do duelo entre Goku e Vegeta para ajudar na luta contra Cell, seguiram a caminho do local. Durante isso os Terráqueos lutaram bravamente contra o monstro, mas infelizmente não conseguiram vencer, diante disto os dois Sayajins ainda disponíveis para o combate chegam em um momento decisivo, salvando todos ali que estavam incapacitados de lutar.

Vendo a chegada dos dois Guerreiros, o bio-androide não poderia ignorá-los e continuar o que realmente queria fazer, então ele se vira e fica de frente pra eles. Nesse momento o tempo começa a fechar com ventanias fortes, com os três ligando a aura, incitando o início do combate. Vegeta avança primeiro, mas Goku chega primeiro por meio de sua técnica, surpreendendo Cell com um chute na nuca. O bio-androide revida, mas é pego em seguida pelo ataque de Vegeta. O combate se desenrola com golpes trocados, os Sayajins estavam conseguindo segurar o monstro, mesmo este sendo ligeiramente superior em poder, o que é impressionante depois de todos os oponentes que ele enfrentou ao longo do tempo. Vendo que não tinha a vantagem desejada, Cell começa a pôr em prática a uma estratégia de atacar e correr, se aproveitando totalmente de sua superioridade individual na velocidade de combate. Primeiro ele dá um jeito de sair da pressão de ataques que estava recebendo, e na primeira tentativa ele quase falha com sua tática, mas ao decorrer do combate ele foi pegando o jeito da coisa. Ambos os Sayajins começam a ter muitas dificuldades contra Cell a partir deste momento, não estavam conseguindo defender-se com eficiência e nem contra-atacar. O príncipe dos Sayajins começa a notar a forma como seu oponente está se movimentando, tão bem quanto aquele a quem chama de Kakarotto. O Sayajin terráqueo, então, decide fazer uso de seu teletransporte como uma forma de inibidor para a velocidade de seu oponente, já que esta técnica independe da velocidade que possui o usuário. Ele pede para que dessa vez Vegeta avance com tudo, e é o que o Príncipe faz em seguida, colocando todas as suas forças nesta investida. Son-Goku avança em seguida, fazendo Cell pensar que ele também iria atacar, mas este monstro acaba sendo enganado no momento em que o astuto Sayajin utiliza sua técnica. Com seu oponente surpreendido ele ficou quase indetectável e conseguiu golpeá-lo, abrindo espaço para o seu rival atacar com tudo também, desferindo uma sequência de socos e chutes em conjunto com Kakarotto. Ainda assim, perceberam que o Bio-androide não sofria tantos danos assim, afinal, ambos estavam cansados do combate anterior. O confronto estava começando a ficar equilibrado de certa forma, mas estava se transformando, unicamente, em um combate de persistência. Os três guerreiros já estavam bem cansados de seus combates, principalmente Cell, mas incrivelmente conseguia manter o combate contra dois oponentes. Os dois Sayajins recuam após travarem um intenso combate. Nesse momento Goku faz um comentário:
-Desse jeito não vamos conseguir derrotá-lo. Ele é incrivelmente rápido.
Essa imobilidade momentânea de ambos fez com que seu inimigo ficasse impaciente. Ele começa a disparar Death Beans (a técnica de Freeza), só que esta versão da técnica era muito mais rápida, mas ainda assim teria que se concentrar em acertar dois oponentes. Os Sayajins se esquivam perfeitamente, o que acaba fazendo Cell perceber que era inútil continuar com estes ataques. Isso colocou a luta em um impasse, essa batalha está praticamente meio-a-meio, e eis que Goku tem uma idéia e logo conta para o Príncipe:
-Ei, Vegeta. Eu tenho um plano pra derrotá-lo, mas preciso de sua ajuda. Quero que você segure Cell o máximo que puder enquanto reúno energia para fazer a Genki-Dama. Fraco como ele está, não suportará ser atingido por uma. Eu prometo que depois teremos a nossa luta até o fim.
Ele se coloca em posição de combate enquanto Son recua e volta para o seu estado normal, estendendo as mãos e subindo. Logo de cara, o Bio-androide já percebe qual era o plano de seus oponentes, logo em seguida ele avança em direção ao Goku para impedi-lo, mas é interceptado por Vegeta que o golpeia com um gancho e depois um soco no estômago. Visando ganhar tempo, ele joga Cell para longe, desferindo socos e chutes sem parar, porém parece não causar muitos danos, o monstro chega até a sorrir durante a chuva de ataques. Brevemente veio o contra-ataque, o bio-androide se esquiva do ultimo ataque e golpeia seu oponente pelas costas, porém este se recompõe rapidamente e fica extremamente atento. Ainda assim, Cell é muito rápido e consegue surpreendê-lo com uma joelhada no queixo, no entanto, como um reflexo natural, Vegeta se esquiva do outro ataque e consegue jogar uma rajada de energia que deixa seu oponente imobilizado por um tempo. O príncipe aproveita essa oportunidade pra pular para o alto e alvejar o monstro com várias rajadas de Ki por um longo tempo. Após terminar, ele perceber que a Genki-dama já estava grande e pergunta:
-Ainda não, Kakarotto?
E a resposta foi:
-Não. Eu ainda preciso de algum tempo.
Cell sai da cortina de fumaça, gerada pelo ataque de seu oponente e parece estar a sério desta vez. Ele ataca com tudo o que tem, massacrando Vegeta, que tenta de todas as formas se defender ou se esquivar, mas não consegue. O Ki dele vai caindo ao decorrer dos golpes recebidos, com isso também, ele vai se sentindo cada vez mais impotente, incapaz de fazer alguma coisa. O bio-androide decide que vai pôr um fim no seu adversário, e prepara um Kamehameha, mas quando estava a ponto de atirar é parado por Mirai Gohan, que estava nocauteado até pouco tempo atrás. Mesmo não tendo tanta energia também, ele desafia o monstro para mais um combate. Cell ri de forma escandalosa em seguida fala para o meio-sayajin em um tom debochado:
-Vai me desafiar com essa energia insignificante? Eu não sabia que queria morrer tanto assim.
E continua com gargalhadas. Por outro lado, o jovem coloca uma expressão bem séria e se transforma em Super Sayajin dizendo:
-Eu não vou simplesmente sentar e assistir você destruir tudo.
Queimando sua aura, o jovem parte em direção ao monstro. Eles começam a trocar socos, o combate parece equilibrado. Em uma abertura, Cell acerta um cruzado no rosto de Gohan, mas o meio-sayajin revida girando o corpo e acertando um chute bem no nariz dele. Ainda com esse equilíbrio na luta, Cell parece estar apenas aproveitando cada milésimo do combate, é como se estivesse testando todos os limites do corpo perfeito. Porém, num dado momento, ele pensa consigo mesmo:
”A energia que Goku está reunido é muito grande, posso sentí-la, e ela pode ser fatal para mim no estado em que estou. Tenho que acabar logo com essa luta e finalizá-los em seguida, antes que possam reagir de alguma forma”
Na cabeça dele, o plano estava perfeito. No decorrer do combate, mais um Guerreiro Z estava sendo derrotado pelo bio-androide. Cell ataca Mirai Gohan com uma sequência de socos e chutes e uma cotovelada no rosto jogando-o para longe, seguindo, ele rapidamente aparece na trajetória em que o jovem voava e desfere um chute que quebra o pescoço do jovem, jogando-o para cima, e novamente reaparece no alto e termina com uma forte cotovelada no estômago.
Goku fica muito enfurecido vendo toda a cena sem poder ajudar em nada, gritando:
-NÃO! GOHAAAANN!!!!
No entanto ele estava ciente de que precisava manter o coração sem maldade para poder continuar a juntar energia para a Genki-dama. Ele sente o poder dela e tem certeza de que se juntasse por mais alguns segundos ele poderia destruir Cell com ela.
Mas parecia ser tarde de mais, o monstro se vira para ele, estende as duas mãos preparando uma forte onda de energia, o que era impressionante visto a quantidade de oponentes que ele enfrentou. A expressão de frustração no rosto do Sayajin cujo preparava a Genki-dama era das piores, naquele momento ele pensou:
”Droga… Juntei tanta energia, esperei tanto tempo, pra perder dessa forma. É o fim de tudo…”
Cell, então Grita com grande entusiasmo:
-É O SEU FIM, SON GOKU!!! HAHAHAHAHA!!!
Mas eis que alguém o segura por trás, impedindo-o de lançar a energia e desconcentrando-a completamente. Era o Androide #16 que estava observando tudo com calma e no momento final tomou essa decisão. Com emoção ele fala, apesar de ser um androide completamente mecânico:
-Apesar da minha missão de te destruir, Goku. Meu amor pelos animais e pelas plantas deste planeta é muito grande para eu simplesmente deixar que esse monstro o destrua completamente, mesmo que custe minha vida eu não permitirei que isso aconteça.
Goku, com um flash de esperança no coração, fala surpreendido:
-Dezesseis! Não se preocupe, pedirei para Shenlong te reconstruir se possível.
O Sayajin demora mais um tempo reunindo energia, até que em sua mente ele pensa rapidamente “Está pronto”, em seguida lança a grande esfera de energia que havia reunido não só dos habitantes da terra, mas de muitas outras partes do universo. A grande bola azul começa a se aproximar de Cell, que grita em desespero. Em tentativa de se defender, ele cria uma barreira protetora, mas no momento da colisão ela se quebra e a energia engole ambos os androides, desintegrando completamente as partículas de seus corpos. A genki-dama segue seu curso, saindo da terra para o espaço, indo para bem longe…
Nesse momento, os outros guerreiros se levantam. Com um sorriso no rosto, Goku cai do alto, ao colidir com o chão, ele continua sorrindo e dizendo:
-Caramba! Cell deu muito trabalho, eu estou acabado.
Trunks percebe que há algo errado com o seu amigo no chão e vai checar. Ao analisar ele percebe que o pescoço do Mirai Gohan está quebrado, sem hesitar ele coloca o jovem no ombro direito, transforma-se em Super Sayajin e voa em direção ao templo de Kami-sama. Ao chegar lá ele pede para que Dendê cure o jovem rápido. Quando o pequeno Namekuseijin estava fazendo isso, Trunks sente uma energia familiar na direção de onde estão todos os outros…

Enquanto isso, no vácuo do espaço… Lá estava uma pequena célula sobrevivente, resistiu até de mais à energia que desintegrou o corpo do bio-androide quase que inteiramente. Lentamente ela foi se regenerando, reformando o núcleo (afinal essa era a célula principal do núcleo de Cell). Após se formar completamente, ele foi formando todo o corpo de cell, estranhamente em sua forma perfeita. Os ciborgues que ele absorveu não tinham se assimilado ainda com seu corpo e foram destruídos, mas suas células guardaram bem a informação genética do corpo perfeito dele e agora estavam formando um novo. Ao se formar completamente, o bio-androide sente-se mais poderoso do que nunca. A única coisa que ele se pegou pensando neste momento é:
”Se eu não tivesse explodido minha própria energia quando a Genki-dama estava queimando meu corpo, certamente não teria sobrevivido, apostei na sorte e ganhei na loteria. Mas agora estou muito longe da terra, não vou conseguir chegar imediatamente.”
Mas ao pensar novamente, ele rapidamente conclui:
”Aah! Sim. Aquela técnica de teletransporte de Son Goku, eu poderia usá-la pra voltar em um instante…”

Na terra, os guerreiros, totalmente cansados do combate, exceto pelo garoto Gohan que não estava tão ferido, se preparam lentamente para tomarem seus rumos. Goku se levanta dizendo:
-Vegeta, assim que nos recuperarmos e eu comer, nós podemos ter a nossa luta, sem interrupções.
O príncipe olha fixamente pra ele e diz:
-Não pense que eu vou pegar leve desta vez, Kakarotto. Certamente te vencerei, não importa o que aconteça.
O outro Sayajin dá um breve sorriso, vendo que seu rival não ficou não perdeu nada da sua vontade de lutar.
Justamente neste momento de paz, atrás de Goku, re-aparece a figura escura do grande androide, uma silhueta. Com um olhar de pânico, Gohan grita:
-CUIDADO PAPAI! ATRÁS DE VOCÊ!!
Em câmera lenta, enquanto o Sayajin se vira, Cell estende sua mão direita com os dedos esticados e juntos. Justo quando o Sayajin se vira de frente, o monstro perfura o peito dele, atingindo o coração. Sofrendo em dor e cuspindo sangue ele grita:
-GUAHH!!
As reações dos guerreiros ali presentes foram de surpresa e desilusão com o que estava acontecendo.
Novamente a falar com dificuldades, ele diz:
-N-Não… Pode… Ser… Maldição!
Cell remove a mão do peito do Sayajin, que cai em seguida agonizando. O garoto corre em direção a ele, chorando, sentindo-se novamente impotente, ele não estava acreditando no que acabara de acontecer. Mas antes de poder chegar ao corpo de seu pai, o bio-androide o destrói sem um pingo de misericórdia. Desacreditado do que havia visto, o meio-sayajin chora bastante dizendo:
-Papai… Não… Por quê?
Nesse momento, uma fúria Gigantesca começa a crescer dentro do corpo do garoto, ele estava com raiva não só de si mesmo, mas muita mais de Cell que havia passado dos limites com suas ações. Com lagrimas nos olhos, olhando com um olhar de puro ódio, e fechando os punhos com muita força, ele fala:
-Cell! Eu não vou te perdoar, nunca! SEU MISERÁVEL, EU VOU TE MATAR!!!
Com esse ultimo grito, ele libera uma grande energia subitamente. O seu poder começa a aumentar muito, enquanto ele grita alto:
-VOCÊ VAI MORRER CELL!! EU NÃO VOU TE PERDOAR!!.
E eis que a transformação acontece, o Garoto atinge um novo nível de poder que impressionou a todos, inclusive o próprio androide. Ao ver aquilo, sem acreditar no que vira Vegeta nomeia:
-Isso é… Isto é o Super Sayajin… Super Sayajin dois.

Uma grande batalha se encerrou, e com uma grande tragédia, outra se inicia. Será que esse novo poder de Gohan será o suficiente para conseguir parar os novos poderes que Cell obteve?? Só saberemos na próxima parte de Dragon Ball Z: Esperanças do futuro.

Re: Esperanças do Futuro por Adam MedeirosAdam Medeiros, 12 Apr 2019 13:31
Vegetto (convidado) 07 Apr 2019 08:56
em discussão Dragon Ball / Tópico Aberto » Leitores do Futuro - Alterando a História

Saga dos Androides:
Após passar alguns meses no planeta Yadorat, aprendo a técnica do teletransporte. Durante esse tempo, na terra, todos os Guerreiros treinam, Vegeta, de forma obsecada. Como ele não tinha nenhum lugar pra ficar, foi orientado por Kakarotto a ficar na casa de Bulma. Nesse momento eu encontro o poder de Goku e uso o teletransporte para a terra. E me deparo com ele treinando dentro da máquina de gravidade e do outro lado, na mesma máquina, o Vegeta e mais pra um canto, Tenshinhan e Yamcha. Eles ficam um pouco surpresos ao me verem novamente, mas só quem vem falar comigo é o Goku que agora tinha um poder de 1.600.000. Eu explico tudo a ele sobre o planeta em que estava e ele fica interessado na técnica que aprendi, então pede para que eu o ensine outra hora. Vegeta escuta tudo e sente-se mais motivado a procurar o Super sayajin, o ser que é capaz de superar qualquer um no universo. Nesse momento ele já estava com 2.000.000 devido aos grandes esforços, visto que foi incapaz de lutar contra Freeza e que alguém superou o demonio do frio que ele tanto temia. Os humanos, embora estejam treinando com a mesma gravidade, não evoluem no mesmo ritmo e estão agora com 648.000 e 598.000 respectivamente. Eu os lembro que teriamos que ressuscitar os namekuseijins que morreram, e assim fizemos. Mais alguns meses treinando em gravidade de 300g com Goku. Yamcha e Tenshinhan alcançaram 1.023.000 e 1.050.000 respectivamente. O principe estava com 3.300.000, e kakarotto com 2.900.000. Eu havia aumentado os meus poderes também, muito para um treino em uma gravidade qual eu superava com facilidade, mas pouco para o potencial total que havia adquirido com a quantidade de nameks que se fundiram. Nesse momento da história, foi o que o Trunks do futuro apareceu, e eu já estava alerta para a chegada dele. Como a história mudou muito, ninguém estava esperando Son-Goku. Então, ao chegar, o garoto do futuro está só. Como eu já sabia do momento eu dou uma desculpa de que eu vou testar o máximo de poder que eu conseguia atingir naquele momento, eu saio da câmara de treinamento e aumento meu Ki ao máximo, isso acaba chamando a atenção dele e o atraindo até mim. Quando o jovem chega, se depara comigo, mas estranha o poder que havia sentido, porque agora não o sente mais. Surpreso, ele pergunta: "Você é o Piccolo, não é?" Eu respondo que sim. Dai ele pergunta sobre Goku, eu o apresento, e rola aquela cena onde ele demonstra o Super Sayajin, surpreendendo a todos. Como as coisas estão muito diferentes agora, Goku é incapaz de realizar a transformação, ele até tenta lutar com o Kaioken, mas é completamente derrotado. Trunks fica um pouco inseguro, mas pergunta sobre o grande poder que havia sentido antes. Eu demonstro novamente e o derroto com facilidade. Ele fica mais tranquilo e chama o Goku pra conversar, conta tudo o que ele contou na obra original, e dá o remédio a ele. Como eu já sabia, não tinha necessidade de ouvir. Sabendo da existência dos Andróides e do Super Sayajin, ambos os Sayajins passaram a se esforçar muito mais nos treinos. Os anos se passaram, eles receberam zenkais durante os treinamentos. Certo dia eu desafiei o Vegeta, que por puro orgulho aceitou. Eu o humilhei durante a luta inteira, quando estava prestes a finalizá-lo, eis que por meio de uma raiva incontrolável por ser inferior, o principe se transforma. Claro que ele tenta lutar, mas eu ainda era mais forte, isso o intriga, pois ele imaginava o Super Sayajin das lendas era invencível. Ao ver a forma como Vegeta se transformou, Goku já tinha em mente que precisaria passar por uma dificuldade grande, só não sabia ainda como. Então eu proponho a ele, termos uma luta mortal, e permito que ele use sementes. No início do combate eu declaro "Não pouparei sua vida, de forma alguma". Logo na primeira surra, eu perfurei o peito dele com um makkakosappo. As outras lutas seguiram assim, com situações de quase morte, mas sem muitos zenkais tão significativos e sem sucesso na transformação. Mais alguns dias depois, os Androides apareceram, eu liguei o modo "natural" do piccolo, fingi que não sabia abosolutamente nada sobre como os androides são. Dessa vez o Goku não ficou doente e lutou contra o Androide #19, mas não conseguiu derrotá-lo, acabou gravemente ferido do combate por não saber da capacidade de absorção do androide. Vegeta, imediatamente toma parte da luta e faz exatamente a mesma coisa que fez na linha original, o único fato que muda aqui é que a base do Vegeta está mais forte por causa do tempo que ele treinou a mais. As coisas foram acontecendo e eis que Trunks aparece, eu luto com Gero, ele foge, ativa os androides #17 e #18 que o matam e em seguida ativam #16. Aqui é que vem a mudança, obviamente como eu já tinha absorvido alguns nameks a mais, consegui ultrapassar o nível dos três androides, em particular o do #16 ligeiramente, e Goku também estava presente assim como Gohan e Yamcha (OBS: Goku ganhou outro Zenkai, a base dele ultrapassou ligeiramente a de Vegeta). Ao verem Goku, os Androides ficam um pouco agitados e partem pra o combate. Vegeta e Trunks se transformam, Goku ativa o Kaioken, Tenshinhan, Yamcha e Gohan aumentam o poder ao máximo, só Kuririn que prefere não intervir. O combate fica da seguinte forma #17 e #18 vs Goku, Vegeta, Trunks, Gohan Tenshinhan e Yamcha, e #16 vs Piccolo(Eu). Os mais fracos foram sendo derrotados, Só sobrando eu e os Três Sayajins. Obviamente, eles não conseguiriam dar conta dos dois androides, e eu também não conseguiria derrotar #16 tão facilmente. À seguir, eles são derrotados, quando os dois androides estavam prestes a finalizar Goku, eu consigo arranjar uma abertura e intervir, golpeando os dois pra longe. Rapidamente peço para que eles peguem minha mão, e os teletransporto pra o templo de Kami. Sem perder tempo, eu volto no mesmo instante e pego o resto dos guerreiros que estavam separados, levando-os da mesma forma. O #16 não interferiu, já que ele não tinha intenção de matar ninguém além de Goku. O principe fica extremamente frustrado, já que para ele, era um absurdo ser superado, também, por meras máquinas. Ele voa em uma direção aleatória e Trunks o segue. Nisso, Goku fica pensativo. Eu digo que sei um jeito de ultrapassar os Androides em um estalar de dedos, explico que se eu revivesse Piccolo Daimaoh e o conseguisse convencê-lo de se deixar absorver, eu poderia ultrapassar e muito os três androides juntos, e que eu precisaria das esferas de Namekusei pra realizar isso. Então, eu passo um bom tempo procurando o Ki deles, até que os encontro e me teletransporto para lá. Chegando no lugar, eu converso com o novo patriarca e explico a situação na terra. Peço pela ajuda das esferas, para ressuscitar alguém que seria de grande ajuda. Eles invocam o Porunga e revivem Daimaoh. Eu agradeço pela ajuda e volto para a terra. Lá, eu procuro pelo Ki do demônio, que não é muito difícil de encontrar. Com uma grande lábia, e um bom controle de poder, eu falo pra ele "Olá, meu pai. Eu te revivi para que possamos juntos dominar a terra, eu não tenho poder suficiente pra derrotar Goku sozinho. Proponho que nós façamos uma fusão para obtermos o maior poder já visto na terra. Vamos lá, você quer se vingar dele, não quer?". Ele caiu bonito na lábia e eu o absorvi. Com isso, meu poder cresceu mais um pouco, devido a o potencial inexplorado de daimaoh. A partir dai, eu comecei a fingir que fui corrompido pela grande maldade do antigo Piccolo, e volto ao templo ameaçando conquistar a terra e matar todos os terráqueos. Goku fica alerta com isso e tenta convencer com palavras. Como eu tinha que manter a falsa postura, eu ignorei e simplesmente ataquei ele, dando uma surra de doido. O Sayajin não ficou tão ferido assim, mas não tinha muitas forças pra lutar, então eu parto pra cima dos terráqueos, nocauteando-os e por fim, eu perfuro o peito do menino Gohan, subitamente, sem nenhuma expressão de remorso, nesse momento, eu seguro o garoto pela gola da camisa. Goku se enfurece de uma forma inexplicavel com o que acabara de presenciar, dizendo de forma extridente "PICCOLO, EU NÃO VOU TE PERDOAR" então o poder do Super sayajin vem para ele. Enquanto Goku se transformava, eu discretamente curei o menino (um dos poderes que veio com o antigo patriarca), depois, na maior velocidade, coloquei o corpo dele longe e voltei ao lugar que estava. O Sayajin estava cego em fúria e não hesita em atacar violentamente. Mas como eu estava muito mais forte agora, ele não foi capaz de fazer pressão. Kami, observando de longe, pensa 'Piccolo é muito mais experto do que eu pensava, sua sabedoria certamente é uma característica que temos em comum', o deus já havia percebido qual era o meu plano. Por meio de uma telecinese eu prendo Goku e enquanto ele mantém a atenção em mim, eu vou até Gohan que ainda está se levantando confuso e mostro que ele está bem. Então eu digo pra ele "Como eu esperava, obtive sucesso em despertar o seu poder Super Sayajin". Ele fica muito surpreso com a situação completamente inesperada, o Sayajin sente no fundo como se eu estivesse sempre um passo à frente estrategicamente. Desviando desse fato, Goku me pergunta se agora que me fundi com Daimaoh seria capaz de derrotar os Androides. Eu afirmo que não com o poder atual (claramente blefando, nesse momento, meu poder total estava próximo ao do Cell semi-perfeito) e que precisaria treinar algumas semanas pra isso (tempo suficiente pra cell absorver inocentes e após isso absorver 17 e 18). O Sayajin sugere a sala do tempo, já que um ano lá equivaleria um dia fora. Eu concordo que é uma boa ideia e digo que temos que avisar aos outros dois Sayajins. Goku se apoia em meu ombro, e eu me teletransporto pra a direção do Ki de trunks. Apareço em frente a ele, que estava seguindo Vegeta em um vôo. O Sayajin olha pra trás, ao perceber que um poder familiar se aproximou subitamente. Nesse momento, Goku explica sobre a sala do tempo. O principe fica fascinado com o que ouvira de seu rival, e ansiosamente demanda que seja o primeiro a entrar junto à trunks. Com a entrada dos dois, ficamos esperando do lado de fora. Eu sugiro um spar com Goku e peço pra que ele tente se transformar novamente, com o sentimento recente, ele busca profundamente pelo poder, e em alguns instantes consegue trazer de volta. A aura dourada o envolve e ele se torna um Super Sayajin dizendo "Vamos começar, Piccolo!". O combate é surpreendente, mas eu estava levando a vantagem por ser mais forte. O meu ponto era sobrepujar o Goku com a recente transformação, pressionando-o cada vez mais com o aumento progressivo do meu poder. Os outros Guerreiros em volta ficam surpresos com o combate. Um dia se passou, eu pude usar muito bem esse tempo pra treinar com Goku. Alguns momentos após a chegada de Goku no templo, Vegeta e Trunks saem. O jovem meio-Sayajin mudado, maior e com o cabelo crescido, já o príncipe com nenhuma mudança notável na aparência, mas evidentemente, ambos estavam muito mais fortes do que quando entraram. Vegeta havia pedido para Bulma produzir roupas de Sayajin, eles vestem as roupas (Goku incluso), e o Príncipe da aquela encarada no Goku dizendo "É inútil você treinar nessa sala, você é um guerreiro de classe baixa, Kakarotto, nem mesmo vai conseguir se transformar em um Super sayajin. Eu é que vou derrotar aquelas sucatas". Ele percebe que a expressão do Vegeta é de completa confiança, até parece que ele tem um poder de outra dimensão agora. Mas o Sayajin se mantém confiante, e pede para que eu entre pra treinar com ele. Assim o faço. Na busca pelos androides, Vegeta acaba se encontrando com Cell. Obviamente, o Androide não tem nenhuma chance, mas faz uma oferta tentadora contando sobre sua forma perfeita, e também, os requisitos para atingí-la. Tentado, ele permite que Cell escape. Com isso, Trunks fala que não permitirá tal atrocidade e desafia seu pai afim de passar por cima da decisão dele. A luta acontece, mas Vegeta estava claramente superior ao jovem, que tentava de forma frustrada derrotar o Príncipe. O combate se extende por horas, com Trunks sendo usado como mero entretenimento pelo seu pai, até que o Sayajin cansa de brincar e derrota o seu filho, nocauteando-o. Após o ocorrido, um dia se passa, eu e o Goku saímos da sala do tempo, o meu poder estava no nível do Gohan SSJ2, no entanto, os guerreiros não sabiam. O Goku saiu com um poder consideravelmente acima do original no super sayajin full power, ele também aprendeu o teletransporte. Pouco tempo depois Trunks vem desesperado avisar sobre alguma coisa, e é ai então que o poder de Cell é sentido, aumentando bruscamente, ninguém entende que tipo de Ki era aquele, afinal tinham vários Kis misturados (exceto por mim e pelo jovem). Então é possível sentir mais um aumento brusco e ainda maior que o anterior. Olhando para mim, Son acena com um sinal positivo e põe os dois dedos na testa, se concentrando, igualmente à mim. Trunks se segura no ombro de Goku. Ao chegarmos no local por meio de teletransporte, lá está Vegeta presenciando a transformação do bio-androide na sua forma perfeita. Ao final da transformação, o Príncipe desafia Cell. O combate ocorre de forma parecida com Goku vs Cell do original. Afinal, essa versão do Vegeta é mais forte, ligeiramente superior ao Goku Full power. O príncipe é surpreendido por técnicas dos guerreiros Z que ele não conhecia. Mas assim como o resultado do original, Vegeta é derrotado pelo androide. Quando Cell estava prestes a matá-lo, eu interrompo com uma potente voadora que nem mesmo cell havia percebido. O príncipe resmunga para mim "Eu não pedi por sua ajuda, seu inseto verde". Goku joga uma semente pra mim e começa a se alongar dizendo "Ei, Piccolo, eu sei que você é muito mais forte do que eu, mas me deixe lutar contra Cell, se eu não conseguir você pode lutar com ele". Eu apenas aceno com um "sim". Cell se levanta e vem em direção à mim furiosamente, mas o Sayajin interrompe parando bem na frente dele e afirmando que ele é que lutará. Obviamente, Goku dá uma semente para o bio-androide que recupera sua força. Ambos elevam os seus poderes ao máximo, nesse momento eu pego o Vegeta pela alça direita da armadura e digo "Veja o poder que Son tem agora", o príncipe consegue sentir nitidamente que supera bastante o próprio poder. Então eu continuo "O seu orgulho insignificante em querer sempre ficar forte sozinho te impede de superá-lo. Se eu tivesse permitido que cell te matasse, seu orgulho idiota não serviria de nada. Se você nunca deixar ele de lado e procurar treinar de forma eficiente, nunca vai ser capaz de superá-lo, sempre existirá essa diferença entre vocês". Essas palavras certamente marcaram o Sayajin. Eu solto ele no chão e dou a semente dizendo "Agora observe como o Goku vai lutar". A luta se inicia, com ambos em seus máximos, muito bem equilibrada, a versatilidade que o Cell tinha em suas técnicas ajudava bastante e surpreendia o seu oponente, mas os golpes muito bem aplicados pelo Sayajin também eram um grande problema para o androide. O combate se extendeu à exaustão, naquela altura do campeonato quem fizesse o melhor movimento vencia. Cell Optou por ameaçar destruir a terra, subindo aos céus e concentrando o poderoso Kamehameha. Quando Goku começou a se concentrar para um embate de energias, eu chego e toco no ombro dele dizendo "Deixe isso comigo". Ele simplesmente relaxa e observa. Quando o androide lança a energia, eu seguro com uma mão facilmente, e depois jogo de volta pra ele. A energia atinge Cell e o deixa bastante ferido. Em super velocidade eu apareço próximo à ele e começo a dar-lhe uma surra, eis que ele vomita a ciborgue #18 e começa a regredir pra a sua forma semi-perfeita, já que sua evolução tinha sido muito recente, ele não teve tempo de assimilar os androides. Eu dou-lhe outra surra até que ele vomite o Ciborgue #17, assim voltando para sua forma imperfeita. Após isto eu digo pra ele "Vá embora da terra, treine em algum lugar no espaço e fique forte por você mesmo depois venha me enfrentar. E se eu sentir por mínima que seja, a sua presença aqui absorvendo vidas humanas, não vou poupar novamente sua vida. Agora vá, criatura miserável e rastejante". Então eu o mando para o espaço com uma bola de Ki que só tinha como função empurrar, não causou muitos danos… E assim se conclui a saga dos androides.

por Vegetto (convidado), 07 Apr 2019 08:56
Z Senshi (convidado) 26 Dec 2018 18:26
em discussão Dragon Ball / DBGT » Dragon Ball GT - Saga dos Dragões Malignos (releitura) - CAPÍTULO 1

Eu gostei do visual do dragão de 6 estrelas (o que controla o vento) mas na forma de dragão, não gostei daquela forma dele de mulher.

por Z Senshi (convidado), 26 Dec 2018 18:26

Eu seria o Kuririn do ínicio de DBZ
Ia fazer tudo normal com o Goku até o segundo Tenkaichi (eu ia ficar junto dele para o Tambourine não me matar)

Nos cinco anos de paz entre o fim do DBzinho eu ia fazer os seguintes desejos
1-Imortalidade
2-Que meu corpo aguentasse a Ultra Água Divina (claro eu ia passar em Karin antes disso para não levantar suspeitas do Kami-Sama)
3-O poder de viajar entre os mundos (Kaiokai, Kaioshinkai, Universo Mortal etc.)

Depois de visitar o Outro Mundo para treinar com o Senhor Kaioh eu ia pedir para o pai da Bulma fazer uma máquina de gravidade (para treino), além de aprender a Multi-Forma (importante para Freeza)

Saga Saiyajins: com meus novos poderes eu ia surrar o Raditz(mas ainda ia levar o Goku para treinar com o Senhor Kaiou) e treinar no Time Room onde surraria Vegeta e Nappa com o Kaiôken deixando o último escapar só para ter uma desculpa para ir para Namekusei (com o objetivo de proteger os Nameks do Vegeta)

Saga Freeza: ia eliminar os soldados do Freeza, impedindo que quebrassem a nave. ia fazer quase tudo igual ao Kuririn até o boost do Grand Elder. Na hora de lutar contra Freeza eu (infelizmente) fingiria morrer usando a Multi-Forma combinada com o teleporte do Shenlong que eu adquiri.

Nos 4 anos entre Freeza e Andróides eu iria em Kaioshinkai para libertar a Z-Sword e ter meu poder oculto desbloqueado, além de treinar o Kaiôken (voltaria para repetir a Saga Andróides igualmente)

Na última luta da Saga Cell, eu "me sacrificaria" para detê-lo, (impossível, pois eu desejei ser imortal) e repetiria o mesmo fim da Saga Cell, só que sem o Goku morto.
(Repetiria todos os filmes menos Hirudegarn igualmente)

7 anos de paz (pré-Buu)-
Ia desejar só uma coisa: "Que as naves de Hoi e Babidi fossem lançados no núcleo de uma estrela prestes a explodir"
depois disso eu ia ganhar o Budokai (SSJ não vale nas lutas, e como eu sou imortal eu ligaria o Kaioken em níveis rídiculos) e viver em paz até desejar perder a imortalidade (quando 18 ficasse velha ou algo assim)

No original Baby Gohan estava tentando sentir o ki de Vegeta quando ele estava na Corporação Capsula e só sentiu quando Vegeta arrancou o volante do carro dos caras que paqueraram a Bra, ao arrancar o volante Vegeta deve ter elevado seu poder maior que o de um humano normal podendo ser sentido por Baby. Eu gostei daquela cena, seria bom ver no Gt cenas como aquela com caras querendo namorar a Bra e ter que lidarem com o Vegeta. Na releitura, Bra já havia sido dominada por Baby depois do vilão possuir Pan e e colocar uma larva em Tenshinhan .
No anime original quando Baby intercepta o veiculo de Vegeta, Bra ainda estava no carro, Bra dá uma bronca em Baby Gohan e Vegeta agarra sua filha pelo braço e a joga no ar antes que Baby faça algum mal a ela.

O fato do Dr. Myuu ser um mesmo cientista que criou Baby não tendo aquele plot twist dele ser um robô criado por Baby ficou melhor nessa releitura.
Se eu fizesse uma releitura de DBGT eu faria Goku, Pan e Trunks irem ao espaço como no original. Goku pequeno foi uma ideia ousada e seria aceitável se voltasse a ser adulto depois. Teria a Pan como uma dos protagonistas desse arco isso dá mais atenção as personagens femininas e ela em algum momento atingiria o ssj e teria mais respeito por seu avo (no original Pan as vezes não respeitava Goku por ele ser menor do que ela) e Trunks mesmo não tendo treinado como deveria seria mais destemido.

Vegetto (convidado) 16 Nov 2018 05:09
em discussão Dragon Ball / Tópico Aberto » Leitores do Futuro - Alterando a História

Saga de Freeza:
Vegeta e Nappa chegam à namekusei, e logo após isto vêm outra nave pousando proximo àquele lugar. Eles foram ver quem era, e saiu da nave Kiwi. Os sayajins estavam com 24000 e 11000 de poder de luta, respectivamente. Kiwi foi derrotado facilmente por Vegeta, depois eles começaram a procurar pelas esferas, Dodoria percebeu essa movimentação pelo seu Scouter e avisou ao Freeza. Durante o tempo da viagem, Goku sugere uma nave para ir até Namek e uma câmara de Gravidade, e eu conto que já havia uma câmara de gravidade, só precisava ser melhorada, O sayajin procura sabe com Kaio onde ficava o planeta, ele diz mas avisa para Goku não enfrentar Freeza, no entanto, ele quer ir mesmo assim. Falamos com a Bulma sobre isso e ela levou menos do que uma semana pra construir tudo junto com o seu pai. Eu sugeri que ele levasse Gohan junto, alegando que o garoto tem um grande potencial, e ele concordou. Dos terráqueos, somente Tenshinhan e Yamcha concordaram em ir junto. Nós passamos uma semana treinando na nave até chegar em Namekusei, esse tempo foi o suficiente para aguentarmos 100x a gravidade da terra. Ao final, o poder total de Piccolo(Eu), Goku, Gohan, Tenshinhan e Yamcha é de, 130000, 127000, 112000, 86000, 82000 respectivamente. A primeira coisa que fiz ao chegar no planeta foi procurar pelo Ki de Nail, mas não podia encontrá-lo ainda, no entanto eu sabia exatamente onde ele estava. Então procurei pelo Ki de Vegeta, e senti outros dois Kis um era do Nappa, e o outro era de Dodoria, imediatamente fomos à direção deles. Ao chegarmos, o príncipe se questiona sobre como chegamos lá, então eu falo que vou impedi-lo de conseguir a imortalidade e ele responde que se isso acontecer, Freeza irá conseguir e matará a todos. O lacaio do imperador fica impaciente, e tenta atacar a todos quando estávamos de guarda baixa. Porém, eu já esperava algo assim e o nocauteei rapidamente, Vegeta e Nappa foram incapazes de ver o meu movimento. Ele fica bastante surpreso com isso, se perguntando onde eu havia conseguido tanto poder. Ele concluiu que foi só coisa da própria cabeça e falou que também poderia fazer o mesmo. Então eu peço para que ele ligue o Scouter, ao fazer isso, começo a aumentar o meu poder. Ele vê bem no marcador que o meu poder passa completamente o dele e eu dou o aviso: "Se não desistir desse plano de imortalidade, eu mato você agora mesmo". Vendo que não poderia fazer nada sobre isso, Vegeta diz que desistirá de sua ambição, mas avisa que Freeza deseja a mesma coisa, e que se ele não for parado pelo Super sayajin, ninguém poderá. Mesmo com o principe tendo dito isso, eu teria em mente de que ele não desistiu de fato de ser imortal. Vegeta se junta a nós para lutar contra Freeza, eu proponho que nos separemos pra procurar as esferas. Com isso, eu vou em direção à casa do patriarca. Chego rapidamente, devido ao meu grande poder. Lá eu falo com ele sobre Freeza, como eu também era um Namekuseijin foi muito fácil convencê-lo, ele também despertou parte do meu poder que subiu para 217000, nail fica impressionado com o tamanho do poder que eu possuo. O patriarca me confiou a esfera que ele estava, e rapidamente sairia de lá para evitar chamar a atenção dos inimigos. Depois disso iria em direção à vilas que estariam sendo atacadas, em uma delas eu derrotaria os soldados de Freeza e explicaria que eu não tinha poder suficiente pra derrotá-lo, mas que se os guerreiros da vila se juntassem à mim, eu poderia ter uma chance. Então quatro guerreiros aparecem, com dois mil de poder em média cada um. Sem hesitar, os quatro se unem a mim, com isso eu consegui um poder de 20.000.000. Com todo esse poder emanando, era impossível não ser percebido. Todos os rastreadores que estavam ligados quebraram subitamente. Freeza chamou imediatamente as forças especiais Ginyu… Durante esse tempo, eu falei sobre o patriarca, para eles, exceto Vegeta e Nappa. Eu os levei e tiveram seus poderes despertados, Goku foi pra 275000, Gohan para 226000, Tenshinhan para 148000 e Yamcha para 139000. Eu enrolei de propósito até a chegada das forças especiais Ginyu, e mantive meu poder sempre estagnado ao de antes da fusão. À esta altura, Freeza estava com 3 das esferas, e nós com 4. As F.E.G nos encontraram por meio dos rastreadores, lutar contra eles foi muito fácil, derrotamos todos. Vegeta queria finalizá-los de uma vez, e foi primeiro em direção à Ginyu, mas foi atingido pela troca de corpos ao se aproximar. Com isso eu não dou brecha para que ele faça uma nova troca e jogo uma rajada de Ki, que o atinge e fere gravemente. Eu o pego pelos cabelos e viro de frente para o corpo em que Vegeta estava agora e exijo que ele desfaça a troca à preço de popar a vida dele. Como Ginyu não tinha nenhuma saída, ele desfaz a troca, depois disso eu pulverizo o corpo do capitão para evitar mais trocas. Goku dá uma Senzu pra Vegeta, que recebe um Zenkai, dado aos ferimentos, ele tem um pulo de 24000 para 538000 de poder. Ele sugeriu que fizessemos isso até ele ter poder pra enfrentar Freeza, mas eu não o permiti. Nos encaminhamos para enfrentar Freeza. Lá enfrentamos ele, em particular, mais da minha parte. Quando Freeza atinge sua forma original, não hesita em aumentar para os "50%", já que estava sendo muito pressionado, Nappa acaba morrendo pelas mãos de Freeza. Nesse momento o patriarca tem um mal pressentimento, e fala para Nail, "Eu sei que é difícil atender ao que vou te pedir, Nail. Mas essa confusão no nosso Planeta é graças às esferas, te ofereço o meu poder, una-se comigo e vá ajudá-los". Ele fica relutante em fazer isso, afinal, para ele o patriarca era a pessoa mais importante daquele planeta, e com mais palavras ele é aliviado "Não se preocupe Nail, dentro de você viverei mais tempo e serei mais útil, seu dever agora é proteger o planeta da ameaça", eles se fundem, e Nail ganha um grande poder, ampliado pelas capacidades mágicas do patriarca, ele chega aos 5000000. Nesse momento ele pensa, "Consigo sentir o poder do inimigo, mas o que eu tenho ainda não é suficiente, talvez eu precise me unir com Piccolo também". No caminho ele encontra com outros nameks de uma vila e explica a situação, os guerreiros dessa vila se oferecem para ajudar e se unem com Nail, eram dois guerreiros fortes, com 4715 e 4523 de poder. Eles deram um bom power-up para o prodígio que aumentou seus poderes para 12000000. Eu e os outros sentimos esse poder, e logo reconheci que era Nail, peço para que Kaio faça contato com ele, explico resumidamente a situação e digo para ele vir o mais rápido possível. Ao chegar, com poucas palavras a união aconteceu, é claro que exigi ser a base, e ele de bom grado aceito. O poder que obtive desta fusão era maior que o de Freeza 100%, pra ser mais exato, duas vezes maior. Freeza tentou, mas foi esmagado. Depois que esse combate termina, Vegeta desafia Goku para um duelo. Enquanto eles duelavam eu procurei pelas naves das forças especiais Ginyu entrei e parti para o planeta Yadorat. Goku ganha o duelo e poupa a vida de Vegeta mais uma vez. Kakarotto acaba ganhando o Duelo, graças ao seu Kaioken. No entanto havia uma coisa na qual Vegeta ficou curioso, que era sobre os poderes que tanto os terráqueos como os sayajins e eu adquirimos e decide ir com os outros para a terra.

por Vegetto (convidado), 16 Nov 2018 05:09

Ok, vou postar pela minha conta do FB mesmo, pelo menos vou poder editar.

-Vegetto

Vegetto (convidado) 19 Oct 2018 12:00
em discussão Dragon Ball / Tópico Aberto » Leitores do Futuro - Alterando a História

Eu tenho que postar por um nickname anonimo porque fui vítima de um malware que fica spammando e-mail, isso me bloqueou aqui.

por Vegetto (convidado), 19 Oct 2018 12:00

@Pedro
Olha, vou ter que te contrariar e dizer que sim, ler a aura é garantia de ser bom. Grande parte dos personagens em dragon ball, PRINCIPALMENTE os Namekuseijins(Nail inclusive) tem a capacidade não só de sentir o ki de outros, mas entender se esse ki é proveniente de alguém bom ou ruim. No caso, o ki é a sua própria força de vida, não tem como alguém simplesmente fingir que é bom pelo ki, não rola, é a sua assinatura vital e não tem como burlar isso, provavelmente este método seria ainda mais eficaz do que a própria leitura de mente(já que um gênio poderia disfarçar seus pensamentos, mas nem mesmo os melhores artistas marciais do universo de dbz conseguem mudar o alinhamento de sua aura, apenas ocultar). Mas enfim, se quiser teimar com isso deixo a vaga aberta.

Justiceiro (convidado) 16 Oct 2018 15:52
em discussão Dragon Ball / Tópico Aberto » Leitores do Futuro - Alterando a História

Pedro, então prefiro não participar da história, vaga fica aberta então.

por Justiceiro (convidado), 16 Oct 2018 15:52

@Joe
Quando disse sobre a aura subjetiva estava querendo dizer que somente aura não é garantia de ser bom. Já expliquei isso. Apesar de não ter aura maligna,você ainda carrega a identidade de um Sayajin.

Como você está disposto a provar sua tese, vou fazer o papel de um mestre de RPG. Nail como guerreiro sério sugeriria que Porunga fosse utilizado para trazer 10 sayajins com poderes menor que 2000. E pediria para você exterminá-los, para assim provar o que diz e antecipar uma espécie de julgamento. (Garantindo que não é uma cilada)

Você responde se obedece ou não.

Caso obedeça, eles ainda não aumentariam seu potencial por medo de disponibilizar um poder grande a alguém que tem potencial para ser um ditador, logo tentaria elaborar um plano de contenção Sayajin sem a parte do desbloqueio de potencial, mas você já teria crédito e menos desconfiança.

Caso não obedeça Nail esperaria seu próximo passo.

Com o desbloqueio de potencial rejeitado, o que faria?

Pedro
Eu vou re-escrever tudo de forma mais detalhada.

Pedro

Como eu já falei, qualquer prova de confiança que eles quisessem eu daria. E o lance que eu falei de manter os saiyajins sob controle era algo exatamente como o que você disse, eu provavelmente retiraria a tecnologia deles pra eles não irem para outros planetas. Fora que o nappa com o poder oculto liberado seria o suficiente para se tornar o rei do planeta saiyajin e eu pedi também a imortalidade justamente para conseguir ser um rei que controlaria os saiyajins eternamente. E cara, a aura não é subjetiva, sempre os guerreiros z conseguiam sentir se o ki de alguém era maligno ou não, o próprio nail poderia sentir se o meu é.

@Vegetto
Na real tu confundiu um pouco, o que é normal. O que aconteceu foi o seguinte: Raditz foi morto e Piccolo comentou que Goku seria ressuscitado com as esferas do dragão. Vegeta e Nappa ouviram essa informação e foram ao tal planeta capaz de ressuscitar pessoas. Ao chegar lá Vegeta reconheceu Piccolo como um Namek. Piccolo acabou morrendo e neste momento Freeza ficou sabendo do desenrolar. Ele presumiu que mesmo com Piccolo morto, em Namekusei, terra natal, deveria haver outro com a mesma habilidade.

Inclusive, Vegeta vai pra um planeta base se recuperar e só depois do tanque regenerativo que ele se informa que Freeza está em Namek. Então não tem como Vegeta fazer uma aliança pra evitar que Freeza consiga os desejos se o próprio conhecedor da história não convencê-lo. Sabendo disso, me diga aí o que você faria quando Nappa e Vegeta chegassem.

480-510 me parece justo. Quanto ao pensamento de Vegeta, ele realmente tinha o desejo de de imortalidade, mas não sabia que Freeza também tinha o stalkeado! Ele negaria aliança caso não fosse convencido de fato! É isso que quero que você explore e detalhe melhor. Se possível até com um diálogo alá fanfic haha.

Quando ao poder de Gohan, você o nerfou! Na obra original ele chegou até a casa dos 2800 contra Nappa sem zenkais! Já o Piccolo achei um pouquinho demais, porém, considerando que você treinaria com um moleque mais ao "nível" pode-se aceitar.

Por último, cada acontecimento deve ser analisado a parte. Pois intuito é justamente o "player" ser o ativo na mudança. Logo deveria analisar o que é, se o caso merece ser utilizado em outro "what-if" ou se não é tão relevante como diz.

@Joe
A questão da aura é um tanto quanto subjetiva.Não seria garantia de sinceridade. Um exemplo que posso dar é um nazista de 1940, que saiu da alemanha, foi visitar os judeus e pede para entender seu "bom-mocismo". Os nameks sempre estarão com o pé atrás! Ainda por cima não podendo ler sua mente.

Caso descubram que você está possuindo o corpo por desleixo ou culpa sua, acaba o jogo. mas se por exemplo, o Patriarca ler sua mente enquanto desbloqueava seu potencial, não é culpa sua e você está safo!

Para provar sua confiança provavelmente os Nameks iria exigir algo caro. Como toda a comunidade Sayajin ser julgada e acatar as decisões de um júri da galáxia. Como isso não seria possível pq você é um mero lacaio. Ele pediria uma prova ( que pode ficar ao seu critério, alguma sugestão), poderia ser o controle da sua nave (que pode explodir a nave durante a viagem)., algum aparelho que dê pra fiscalizar seu scouter, como Vegeta vigiava Raditz ( explore sua imaginação!)

Os nameks não aceitariam a impunidade Sayajin! Por serem pacifistas poderiam até mantê-los vivos, mas iria exigir alguma punição! Um isolamento através da retirada de toda tecnologia, ou por exemplo o julgamento de todos! Mas você como Nappa não tem muito poder sobre isso. Mas esse tal equilíbrio com certeza seria questionado, pois os Sayajins só causam violência e matança aos olhos de todo o universo.

Pelos seus argumentos até agora, Nail recusaria sua oferta e desbloquear seu poder oculto estaria fora de cogitação! Pelo menos até você apresentar um motivo urgente e satisfatório! Eles temem mais um ditador disfarçado que mataria o atual líder mas promoveria o massacre de novo!

Pedro
Eu simplesmente iria sugerir que o guru ou qualquer namekusei que tenha um bom poder de sensibilidade tentasse sentir se eu tenho uma aura maligna ou não(Apesar de tudo, minha alma é boa). Eu inclusive iria sugerir para não lerem a minha mente pois caso o fizessem, teriam um grande risco de que a minha parte boa fosse arrancada dali, eu falaria que não posso dizer o que é pois é uma espécie de maldição(que é aproximadamente isso) que não me permite dizer com totalidade a razão de ser o único saiyajin de bom coração e eu não sei o que pode acontecer comigo caso eu conte(se voltaria a ser mal ou se morreria ali), mas pediria confiança e eles poderiam também provar essa confiança de qualquer forma(Além do guru provavelmente sentir que falo a verdade). Eu recomendaria que os saiyajins não fossem extintos para manter o equilíbrio do universo, e caso eu tenha o meu poder oculto liberado, seria o suficiente para manter eles em controle, matar broly seria algo que eu teria de fazer cedo ou tarde, então com o meu poder oculto liberado estaria disposto a assumir esse fardo.

Pedro
Vegeta estava falando que Freeza estava buscando pelas esferas por ter escutado de Raditz (obs: Goku mencionou algo sobre ser ressuscitado pra enfrentar os Sayajins que viriam). E sim, eu me focaria em desenvolver mais a técnica, mas como um "bom observador da obra" eu teria mais noção de como desenvolvê-la do que o próprio Piccolo, e talvez estaria entre 480 ou 510(sendo justo) no talo. O objetivo secreto de Vegeta é usar a todos pra derrotar Freeza e conseguir a imortalidade, ele não revelou isso, nesse caso, Vegeta já almejava a imortalidade, mas com Freeza sabendo e a falta de sucesso dele em conseguir com as da terra, fez ele repensar se deveria simplesmente desistir disso ou se deveria reunir o máximo de forças possível pra impedir Freeza e passar a perna em todos. Sobre os Zenkais do Gohan, ele teve direito a 3 zenkais pelas senzus que consegui com Karin, sendo estes quando ele tinha 230 de poder de luta que pulou para 410, outro muito brevemente para 720, depois disso eu o treinei mais até que chegasse na casa dos mil (1050~1090) e dei outro zenkai pra ele (daqueles de quase morte, ferimento fatal), que subiu o poder dele para 1570, isso permitiu a ele me dar um bom desafio como Guerreiro, fazendo-me esforçar para evoluir mais, ao final de tudo eu terminei com 6000 de poder de luta. Só uma dúvida, é possível mudar alguns acontecimentos que não mexam de forma significativa em toda a história?

Primeiramente obrigado a todos que participaram desse tópico. Gosto muito de debater DB, e discutir what-if.
Em segundo lugar, gostaria de solicitar aos administradores que apaguem/travem o tópico duplicado que fiz sem querer.
Vamos aos comentários e regras.

Terceiro, ao Justiceiro e Carinha. Vossas solicitações de uso das esferas dos dragões para alteração de dna,desbloqueio de potencial e criação de "CorpoCasca" poderoso foi vetada. Racionalmente foi uma ótima ideia, até porque não foram estipulados precisamente todos os limites das esferas do dragão. Contudo sabemos que ela por exemplo não tem capacidade de simplesmente fazer alguém mais forte que o outro ou matar alguém superior. Logo creio que Loukira não permitiria coisas como alteração de DNA e aumento de potencial via esferas. Ainda que se discuta a viabilidade disso na visão Loukiriana, será vetado aqui pois o intuito da dinâmica é justamente a evolução do personagem em si.

Quarta, VAMOS FOCAR PRIMEIRO DA RESOLUÇÃO DE CADA SAGA EM QUE VOCÊS SE ENCONTRAM, no caso de Vegeto a saga sayajin, Justiceiro a saga do budokai tenkaichin e red ribbon, do Carinha saga sayajin e Namekusei e do Joe a saga Freeza do passado. Agora irei comentar individualmente.

@Vegetto
Na sua primeira fase você disse que focaria muito mais no seu treino para aumentar potencial. Eu creio que Piccolo já fez isso, contudo, talvez não tenha colocado tanto empenho como alguém que sabe que corre risco de vida. Sabemos também que ele deve ter sacrificado muito tempo de treino de atributos básicos em prol do desenvolvimento do MakankoSappo. Logo a questão: você continuaria com foco na técnica ou focaria totalmente nos atributos? Baseado na sua resposta anterior, quanto você acha que poderia estar mais forte em relação a linha do tempo original (quantifique) ?

Quanto ao zenkai do Gohan, a priori deixarei a seu critério, desde que tenha embasamento lógico.

Vegeta não comentaria sobre Freeza do nada, nem sobre seu desejo, muito menos pediria ajuda a Kakarotto após perder. Você tem que desenvolver a persuasão de RPG agora.

Todo o desenvolvido após isso depende dessa persuasão. Desenvolva isso, e reposte. Parabéns pelas ideias.

@Justiceiro
DNA de Sayajin e Despertar do Potencial via dragon balls da terra foram vedadas, deixe de Loukirisses haha. Imortalidade foi permitida. Ideia boa para comunidade científica mas reformula tudo ae.

@Carinha
Gohan tinha 5 anos. As esferas podem ser usadas a cada 130 dias, aproximadamente 4 meses e 10 dias. Descreva como usaria as esferas, e também precisa convencer o Patriarca para poder utilizá-las. A clonagem de Nail foi vetada. Desenvolva seu raciocínio.

@JoeTDT
Primeiro você tem que convencer os Nameks, pois nessa altura os Sayajins já eram conhecidos como macacos destruidores de Freeza. Caso não explicasse bem, poderia ser aniquilado ali mesmo por Nail.
Segundo, haveria resistência em liberar seu poder devido o risco de autoritarismo, assim como em DBM o Kaioshin questionou-se muito antes de liberar o poder de Raditz. Provavelmente caso fossem convencidos, sugeririam a morte de Broly ainda bebê já que você foi o mais rápido possível e um assassinato em massa dos Sayajins com uma explosão planetária, sendo obra do Nail ou Sauza por exemplo.

Diante dessa contrapropostas, o que Nappa (você) faria?

Eu seria o Nappa, universo 3.
Iria pegar uma nave e ir direto para namekusei, chegando lá eu avisaria aos namekuseijins sobre tudo que aconteceria no universo(principalmente os saiyajins e broly escravizando geral e matando milhões) e pediria para me concederem o desejo de ter todo meu poder oculto liberado e o da imortalidade, na promessa de que eu voltaria para o meu povo saiyajin, me tornaria o rei e manteria todo o universo a salvo tanto dos saiyajins e de qualquer ameaça. Quando raichi aparecesse, daria cabo dele com meu poder oculto liberado e faria o mesmo com qualquer possível ameaça, teria todas as regalias que um saiyajin pode ter, dominando seu povo mas ao mesmo tempo, impedindo massacres com inocentes.

página 1123...próximo »