Traduzir/Editar.

Ver código fonte.

À medida que as ondas sísmicas da batalha titânica provocavam pânico em cidades a centenas de milhas de distância de sua origem… uivos histéricos de terror competiam com o som das fissuras em torno de cada edifício. Os dois lutadores implacavelmente perseguiam um ao outro a uma velocidade que nenhum olho humano comum poderia seguir. Apenas um punhado de combatentes privilegiados, que mais do que provavelmente teria preferido não ter de testemunhar tal demonstração de vigor, poderiam medir o poder entre cada um dos golpe trocados. E mesmo aqueles que testemunharam o poder de Freeza estavam com gotas de suor grossas escorrendo em suas testas. Eles não podiam deixar de notar os picos de curiosidade no poder que ajudou o monarca interplanetária conquistar seu espaço contra o Super Saiyajin sem realmente precisar se esforçar, também.

Son Goku, com seu olhos brilhando e com um sorriso, de repente parou todo o movimento. Espontaneamente, seu adversário fez o mesmo. Ambos permaneceram em silêncio por alguns momentos sem cessar guarda, pegando suas respirações, enquanto tomavam cuidado para não deixar isso ser óbvio. Tanto aquele com a pele cor de carne e aquele com a tonalidade roxa estranha estavam cobertos de hematomas cravejados e pequenos arranhões inflamados pelo sal do suor que agora sublinhavam o esforço dos dois guerreiros que haviam trazido isso sobre si mesmos.

Um sorriso de satisfação, em seguida, impôs-se nos lábios do gigante com chifres.

— "Eu concordei em seguir Freeza para testemunhar por mim mesmo o verdadeiro poder do ser inferior que tinha conseguido se garantir contra ele. Eu devo admitir, eu não estou nem um pouco decepcionado. Você realmente tem um grande potencial… mesmo se eu tiver problemas com minha cabeça em torno da ideia de que você, filho de um mero macaco, poderia possuir uma tal variedade de habilidades. você ainda devia considerar minha oferta de mais cedo… Eu estou fazendo-lhe uma oferta com esta proposição, e ela ainda está ao seu alcance! Pense sobre ela um pouco. Eu estou oferecendo-lhe todo o universo numa bandeja de prata, é algo que você simplesmente não pode recusar!"

— "Sua oferta ainda não me interessa… O Universo, eu já tenho aqui, ao meu redor, e eu estou perfeitamente feliz com isso!"

Assim como ele falou, Goku deu aos arredores um olhar rápido para enfatizar sua declaração. Um calafrio eriçou o cabelo em seu pescoço quando ele de repente percebeu o dano considerável que sua batalha com o seu adversário real tinha feito o ambiente suportar.

Um véu de tristeza, de repente escureceu o rosto do Saiyajin. Ele deixou-se levar pela excitação da batalha e esqueceu-se sobre as consequências inevitáveis da liberação de tal poder. Cold não pôde deixar de notar essa mudança. O sorriso em seu rosto tornou-se ainda maior.

— "Então, você realmente se importa com este pequeno planeta! Ora só, que interessante!"

Já não havia qualquer vestígio de diversão no grunhido que serviu como resposta do guerreiro dourado, cujo rosto de repente endureceu:

— "Eu não vou permitir que você destrua este planeta!"

Ostensivamente rindo, Cold assumiu sua posição de batalha, mais uma vez, com os olhos cheios de malícia. Ele continuou:

— "Sua abundância de confiança não me surpreende absolutamente! Uma falha comum entre os membros da sua raça… irritante, para dizer o mínimo, mas contanto que eles serviram Freeza, eu os deixei escapar…"

Son Goku rosnou novamente:

— "Pelo que eu sei, eles sempre foram fieis ao seu filho… Então por quê?"

O sorriso do monarca de repente fraquejou, com uma centelha de crueldade endurecendo seu olhar:

— "Uma pessoa do meu status deve a ninguém uma explicação! Sua vontade divina e suas decisões são a lei! Os vermes que ele governa não precisam saber mais do que isso!"

A arrogância inflada em seu peito como um galo de curral vulgar. O alienígena deliberadamente caminhou ao seu adversário lentamente. Ele até se deu ao luxo de juntar as mãos atrás das costas quando ele começou a caminhar lentamente em torno do Saiyajin. Este último manteve sua guarda, acompanhando-o atentamente com os olhos sem virar a cabeça. O monarca tinha um tom falso de amizade, avaliando-o como um brincalhão antes de um animal de circo. Son Goku não poderia deixar de ficar assustado quando, ao seu lado, o gigante vigorosamente colocou sua grande mão no ombro do Saiyajin, de modo a testar sua resistência.

— "Viu? Este é o verdadeiro poder! E eu estou dando-lhe a oportunidade de compartilhá-lo comigo…"

Uma vez que o Super Saiyajin estava prestes a responder, Cold interrompeu-o com o dedo indicador levantado antes que pudesse abrir a boca.

— "Eu sei! Você não está interessado… mas nós podemos negociar."

Consciente de que ele chamou a atenção do objeto de seu desejo, o monarca cobriu o ombro novamente, desta vez de frente para ele. O gesto que parecia um pouco amigável demais, se não muito possessivo, acendeu um olhar de reprovação nos olhos do Saiyajin, que tinha virado a cabeça em seu ombro para manifestar o seu descontentamento. Mesmo que ele não soubesse qual era o negócio com o pai de Freeza, ele realmente não queria saber, também. No entanto, ele mesmo ofereceu uma trégua semelhante antes, seria injusto romper isto sem uma razão. Mas será que a mão que caiu em seu ombro não foi uma provocação em si mesmo?

— "Eu aconselho que você tire a mão do meu ombro, eu não pertenço a você!"

O par de chifres balançou para trás para liberar uma estrondosa gargalhada! Então os seus olhos voltaram rapidamente para o Saiyajin que ousou falar com ele como se fossem iguais. A boca de Cold estava torcida por uma expressão que misturava um sorriso e ameaça:

— "Ainda não…"


Abrigados pela massacrada paisagem produzida pelos dois beligerantes, Kulilin sussurrou para abordar o alto Namekuseijin:

— "Então? O que eles estão fazendo? Porque eles pararam tudo de repente?"

Piccolo respondeu-lhe num tom agravado sem perder o foco sobre os dois lutadores:

— "Cold ainda está tentando fazer Son se juntar ao seu exército de novo, mas você deveria calar a boca se você quer escutar o que virá!"

O rosto do amigo do Saiyajin amoleceu com uma expressão que simbolizou uma ironia feliz:

— "Heh… Bem, ele pode continuar tentando! Que idiota! Isso ainda não vai salvá-lo!"

De frente para a direção oposta do duo, uma outra testemunha à cena não era tão confiante como Kulilin. Mordendo os lábios, cuja impaciência e raiva o fizeram rosnar como uma besta sanguinária:

— "Aquele idiota está prestes a deixar-se ser enganado, de novo! Como alguém pode ser tão ingênuo ?! Faça isso agora, Kakarotto! O cara na sua frente está com a sua guarda completamente baixa… MATE ELE!"

O que o Príncipe dos Saiyajins não podia compreender, é que enquanto o filho de Bardock, bem como todos os outros membros de sua raça, era um guerreiro nato, ele não tinha nada de um assassino. Ele não iria matar Cold, a menos que fosse absolutamente necessário. Isto, no entanto, o Namekuseijin alto sabia muito bem, e é exatamente isso que o preocupava.


Cold desafiou por mais alguns segundos os olhos ameaçadores do Super Saiyajin antes de finalmente retirar a sua mão sem nem um pequeno sorriso no canto da boca.

— "O que acha de fazermos uma negociação?"

Instantaneamente, todos os vestígios de desafio desapareceram dos olhos de Goku, que ergueu o queixo com surpresa, que ele nem sequer tentou esconder:

— "Uma negociação?"

O alienígena não conseguia conter o riso característico que corria em sua linhagem. A natureza do seu adversário nunca deixou de surpreendê-lo. O Saiyajin muito estranho, para dizer a verdade … com deficiências que necessitavam de correção imediata. No entanto, a "ameaça" imediata o divertia, e ele não estava decepcionado nem um pouco para descobrir a facilidade com que ele pudesse manipular um guerreiro tão formidável. Sua alegria foi expressa através da ponta de sua cauda freneticamente balançando para frente e para trás.

— "Com certeza! Eu não sou o monstro que você parece acreditar. eu poderia realmente provar a mim mesmo em ser bastante magnânimo. Então, aqui está a minha oferta para você: você me faz morder pó por mais de trinta segundos, e eu vou embora deste planeta com a promessa de nunca mais voltar… Se, no entanto, eu fizer isso, você deve jurar que irá comigo onde quer que eu vá e irá servir-me solenemente por tanto tempo quanto for possível…"

Rei Cold esperou alguns segundos antes de continuar, apenas o tempo suficiente para ver o rosto de Son Goku acender em delírio.

— "Uma proposta honesta, você não acha?"

O assobio característico criou a ignição do som da aura de Super Saiyajin, parafraseando o grau de impaciência do concorrente pronto para assumir o desafio seguinte.

— "Eu penso que é uma excelente ideia, prepare-se para…"

Antes do guerreiro que veste uma armadura assimétrica pudesse terminar a frase, o chicote terminal de uma cauda enorme assobiou no ar deslizando em torno de um de seus tornozelos. No instante seguinte, ele estava protestando no chão:

— "Hey!"

Um punho roçou seu rosto, que ele mal teve tempo suficiente para sair do seu caminho mortal que se reuniu com uma rocha lamentável que explodiu em pedaços após o impacto. Em seguida, outro golpe seguido do outro lado, o que levou Goku para desviar na direção oposta novamente. Cold falou casualmente:

— "Não disse nada de regras!"

O terceiro golpe encontrou a mão do guerreiro no chão.

— "Apenas essa vitória e você será-…"

Um gancho formidável de esquerda veio colidindo contra o alienígena, interrompendo-o no meio da frase, em seguida, outro logo seguido, antes de uma joelhada em seu intestino cortar completamente sua respiração fora. Aproveitando esta inversão, outro soco desabou sobre a mão que Cold mantinha Goku como prisioneiro, liberando o Super Saiyajin no processo. Continuando sua vantagem, agora montado sobre o seu adversário impressionante, o guerreiro com a aura dourada começou a esmagar o rosto com as duas mãos contra o chão com raiva.

— "Eu não gosto de trapaceiros!"

Cegado, e sufocante, sob a pressão, Cold procurou por alguns momentos para tirar as mãos longe de seu rosto, agarrando-as tão duro quanto possível, mas o ki do Saiyajin brilhou mais intensamente ainda… A contagem regressiva estava seguindo o seu curso na mente do monarca… Permitir ficar derrotado e humilhado tão facilmente estava fora de questão. Até o momento Goku podia sentir a mudança no ar, já tinha sido tarde demais; a extremidade da cauda terrível já tinha envolvido-se em torno de seu pescoço! Ele não teve tempo para tentar afrouxar a sua influência conforme o poderoso apêndice caudal o mandou direto para o chão.

Cold já estava ficando para trás em seus pés. Mas, ao contrário de suas expectativas, Goku não estava concentrando suas defesas na cauda que segurava seu pescoço prisioneiro. Ele começou por agarrar a cauda imponente, com ambas as mãos e conseguiu fazer o gigante com chifres vacilar ainda incerto em seus passos facilmente. Este último não podia ver o fim de sua queda antes de uma rajada de ki diretamente bater-lhe à queima-roupa. Sob o efeito de surpresa e choque total, ele perdeu completamente toda a preensão que ele tinha sobre seu oponente.

No momento seguinte, Son Goku, de pé outra vez, esperou que o gigante com chifres pudesse levantar-se novamente com um sorriso de vitória.

— "Isso não vai ser fácil!"



Adicionar um Novo Comentário
ou Entrar como usuário do Wikidot
(não será publicado)
- +