Traduzir/Editar.

Ver código fonte.

Ordens do rei

Os sons que podiam ser ouvidos eram nenhum que qualquer um poderia mesmo simular. No entanto, Chilled estava fazendo. Não era diferente do rangido de máquinas enferrujadas no trabalho, ou o som de um motor fraco, não que os saiyajins haviam ouvido o som de qualquer coisa perto disso. Estranhamente, o grito efêmero parecia distorcido.

Mas uma coisa estava clara. Esses sons estranhos significavam a morte de seu oponente. Ele então tombou, caindo no chão. Hanasia o seguiu.

Não … Ele ainda não estava morto. Seus olhos balançaram, abertos. Ainda mais espantoso foi que, entre esses estranhos gritos, ele falou. Isto é, para si mesmo.

- Eu posso … Eu não posso … não posso ser derrotado … impossível … isso não pode …

- Você foi - disse Hanasia. Ela então preparou o punho. Ela cortaria a garganta, se necessário. Ele tinha que morrer.

Ela golpeou, duro, realmente com muita força. Uma onda de choque foi produzida, rachaduras estavam se formando no chão, e destroços de casas espalhadas como resultado. Ele tinha sido decapitado.

De volta aos Tsufurujins, o alívio era uma palavra fraca para descrever o humor geral.

- Maravilhoso!

- Boa garota! Essa é a nossa saiyajin!

- Ela o matou … O matou! Nunca um Demônio do Frio foi morto por qualquer outro que não seja seu tipo até hoje!

- Mesmo?

- É o que nossos registros dizem, mas é altamente provável que o império dos Demônios do Frio tenha reescrevido a história. Em todo caso, se tivesse acontecido recentemente, você sabe, dentro dos milênios passados, nós definitivamente teríamos sabido sobre ele através das redes estrangeiras. Mas eu realizei uma pesquisa completa, você sabe. Nada.

- Ela fez bem em atacar quando o fez. Podíamos ver que ela o matou quando seu poder estava aumentando exponencialmente. Ela não poderia ter saído no topo se ela tivesse deixado ele passar por sua transformação.

- Sim, olhe para as filmagens. Como ele estava se transformando, todas as suas feridas estavam se curando!

- Enviem nossas equipes. Precisamos apoderar-se do corpo. Entre em contato com o conselheiro.

Na nave de Chilled, tudo o que restava era a tripulação de vôo. Eles não eram nem uma dúzia. E eles tremiam em suas botas. Seu senhor estava morto, e isso não poderia ter acontecido. Eles estavam em um ambiente hostil, o centro de atenção dos nativos, que são capazes de disparar explosões de energia. E sua nave não foi construída para a batalha. Que triste ironia. Um navio de guerra parecia desnecessário quando você tinha um Demônio do Frio que poderia sobreviver de lazer no vácuo do espaço para aniquilar qualquer navios atacando. Mas agora…

- Já terminamos? Apresse-se já!

- Sim, eu mandei todas as imagens dos acontecimentos ocorridos aqui, mas não vamos conseguir uma resposta até várias horas!

- Então vamos sair daqui.

- Você é louco? Se fizermos o menor movimento, eles nos atacarão.

- Temos de sair o mais rápido possível, passando para fora da atmosfera. Depois de alguns quilômetros, estaremos em claro.

- Eles vão ouvir os motores começarem!

- Não podemos ficar aqui!

- Meu senhor, você está vivo?

Ele está. Ele quase teve dificuldade em acreditar. Sua notável resistência tinha feito ele manter seu status como rei dos saiyajins por algumas semanas até agora. Mas ele já estava nos últimos dias de seu reinado. É claro que alguns saiyajins haviam reinado por períodos ainda mais curtos, mas ainda assim. Ele tentou colocar a mão em seu estômago para medir o dano feito a ele, mas ele não podia movê-la. Não era tanto que não estivesse enterrado profundamente dentro de espessos escombros, mais de modo que ele tinha perdido o controle sobre ele. Ele tentou mover seus outros membros, apenas para descobrir que ele só podia inclinar a cabeça. Um pouco para a esquerda, um pouco mais para a direita, e ele podia ver seu conselheiro, que estava flutuando na frente dele.

- Meu senhor, você tem uma ordem final para dar antes de termos tempo para encontrar um novo rei, um urgência, eu poderia acrescentar. Você poderia me ajudar com isso?

'' Você é apenas um espião vendido aos Tsufurujins'', o rei diria que se ele tivesse a força para falar. Então, ele acenou com a cabeça, não querendo morrer ali, preso nos restos de uma parede de castelo. Ele queria saber o que havia acontecido ali, e como a besta tinha sido derrotada.

O conselheiro libertou o rei das restrições que foram as ruínas ao melhor de suas habilidades, colocou-o de costas e voou para o local da batalha. Este pequeno momento foi dolorosamente doloroso para o monarca, mas ele era um saiyajin.

Vários saiyans haviam agora se reunido em torno de Hanasia, cuja transformação tinha se esgotado. A maioria deles voou. Quase todo mundo da capital poderia.

- Você é muito forte! - disse um dos saiyans - Você foi incrível lá fora!

- De onde você vem? Não por aqui - disse outro enquanto agarrava um pedaço de sua roupa, visivelmente diferente do que eles estavam acostumados a usar. Enquanto ela usava um pedaço áspero de pele de animal, todos usavam togas muito mais refinadas, que não cheiravam tão fortes nem coçavam.

- Diga, você é a guerreira do milênio?

- Saiyajin, qual é o seu nome?

- Onde você aprendeu a lutar?

- Saiyajin, como você fez a coisa com a luz?

- Ei, você gosta de saiyajns grandes como eu?

Apesar da destruição, apesar das centenas de mortes, todos foram embora.

Traduzido por : PedroSantos


Adicionar um Novo Comentário
ou Iniciar como usuário Wikidot
(não será publicado)
- +